FREE THE JAZZ!!!

IMPROVISED MUSIC, JAZZ ANARCHY, NEW THING, INSTANT COMPOSITION, OUT JAZZ, ALEATORY MUSIC, MODERN FREE, FIRE MUSIC, NOISE, AVANT-GARDE JAZZ, INTUITIVE MUSIC, ACTION JAZZ, FREE IMPROVISATION, JAZZCORE, CREATIVE IMPROVISED MUSIC. FREE THE JAZZ!!!

*SOBRE (about us)...

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Thurston + Parker

As investidas de Thurston Moore pela free improvisation tem gerado interessantes álbuns. E o que esperar de um encontro do guitarrista com o genial saxofonista britânico Evan Parker? A princípio, eu contava com um disco mais, digamos, pesado, intenso. Mas, o que vemos em “The Promise”, que data de 1999, é mais um delicado painel sonoro que, talvez, decepcione um pouco quem esperasse por uma ecatombe ruidosa decorrente do choque entre os dois instrumentistas.


Ao invés de ser explosiva, a música em “The Promise” lida com com esferas que aguçam a percepção, nos obriga a sentar e, em silêncio, ouvir seus passos, sua delicada (mas complexa) tessitura. O sopro de Parker não está a serviço de rompantes. Especialmente empunhando o sax soprano, Parker cria pontilhadas camadas sonoras que surgem e desaparecem em blocos ligeiros e curtos. Moore apresenta sua guitarra dentro do esquema já mostrado em trabalhos como o duo que fez com o baterista Tom Surgal. Ou seja, nada de grandes blocos sonoros, clusters, muito menos riffs grudentos. A última faixa, “All Children”, traz uma simbiose de voz, efeitos eletrônicos e pedais, que resulta em algumas das passagens mais ruidosas do álbum (e mais perto do que eu esperava ouvir quando coloquei o disco para rodar pela primeira vez...). Os fãs do Sonic Youth não precisam torcer o nariz, pois não se trata de um disco de jazz. Estamos na seara da improvised music, que agradará os ouvidos mais abertos a construções não-melódicas _quem deseja que os longos solos de Moore cheguem ao fim depressa, quando escutam o Sonic, melhor não se preocupar com “The Promise”.



Tracklist
1. The Promise 7:25
2. Is 7:04
3. Our Future 8:11
4. Our Promise 6:33
5. Are 3:58
6. Children 5:46
7. All Children 5:50

*Thurston Moore - guitar, voz (7)
*Evan Parker - sax soprano, tenor, voz (7)
*Walter Prati - baixo, electronics

8 comentários:

fabricio vieira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
akirarw disse...

Já faz um tempo que Evan Parker vem trabalhando numa textura sonora diferente dos tempos da Spontaneous Music Ensemble, então já não esperava algo mais agressivo sonoramente falando, mesmo com Thurston, que também é um músico experiente e mais flexível, sabendo se adaptar com suas parcerias. Existem casos interessantes, como Derek Bailey, que tocando com a Spontaneous Music Ensemble ou um dj de drum'n'bass, vai soar o mesmo, sua linguagem e processo criativo.

fabricio vieira disse...

Eu esperava poder encontrar uma pegada mais agressiva exatamente por causa de alguns discos que o Evan Parker lançou nos 90s, como "At The Vortex" (96) e "Birmingham Concert" (97) _e o "At The Vortex" (trio com Barry Guy e Paul Lytton) é um dos melhores discos do Evan dos últimos anos, vale a pena conhecer.

akirarw disse...

Eu creio que estas gravações é um tipo de diversão, encontro entre velhos amigos. Os 3 se conhecem de longa data e dividiram os mesmos conceitos artísticos. Com Thurston talvez seja o caso de explorar novos rumos com uma parceria inédita.

::Andre:: disse...

Vi esse trio que falas há pouco tempo e não fiquei completamente rendido, faltou alguma explosão. A acompanhá-los esteve o Peter Evans e acho que ele foi a "estrela" da noite.

Vou sacar este disco, não o conheço e fiquei curioso pela junção.

fabricio vieira disse...

Andre, essa é uma grande vantagem sua: a de estar em um local onde ver apresentações como essa não é algo raro...

ABEL disse...

Seu blog é excelente. É um privilégio ser seu seguidor. Obrigado por ser meu fã

fabricio vieira disse...

seja bem vindo! espero que encontre por aqui alguns sons que o agradem...