FREE THE JAZZ!!!

IMPROVISED MUSIC, JAZZ ANARCHY, NEW THING, ABSTRACT JAZZ, INSTANT COMPOSITION, OUT JAZZ, ALEATORY MUSIC, MODERN FREE, FIRE MUSIC, AVANT-GARDE JAZZ, INTUITIVE MUSIC, FREE IMPROVISATION, ACTION JAZZ, NOISE, JAZZCORE, CREATIVE IMPROVISED MUSIC. FREE THE JAZZ!!!

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Sons nas Redondezas - XIII (Chinese Cookie Poets)




Na estrada desde 2010, o trio carioca Chinese Cookie Poets atravessa um outubro realmente intenso: acabam de soltar um novo álbum e preparam as malas para embarcar para a primeira turnê pela Europa, onde se apresentarão em seis países, a começar no próximo dia 25 no Actionjazz in Copenhagen, incrível festival de free music que tem a curadoria de nada menos que o genial baterista Paal Nilssen-Love.




terça-feira, 14 de outubro de 2014

Coltrane, 1966: furiosa e lírica noite perdida (e resgatada) na Temple University


Quase meio século após sua morte, John Coltrane (1926-1967) ainda parece ser capaz de surpreender os ouvintes. Suas últimas investigações sonoras não são unanimidade até hoje. O recente lançamento de material, em parte inédito, datado de 1966 mostra que, para não poucos, o saxofonista estava em uma via sem saída, perdidamente seduzido pela enérgica ruidosidade do free jazz. Mas o que essa gravação resgatada, realizada na Temple University, exibe é um artista no ápice da inventividade, em total coerência com sua trajetória, mas buscando sempre algo além, algo, talvez, ainda inominado...


quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Leitura obrigatória: "Northern Sun, Southern Moon: Europe’s Reinvention of Jazz"




Falar em free music e não pensar imediatamente na Europa é impossível. O continente assumiu posição central nessa seara musical a partir do fim da década de 1960 e sua relevância apenas cresceu, tornando-se um polo vital desde então. Basta notar que alguns dos ícones maiores da free improvisation vêm exatamente da Europa: Peter Brotzmann, Evan Parker e Han Bennink, por exemplo, estarão no topo da lista de qualquer um que se interesse por essa esfera musical.




terça-feira, 23 de setembro de 2014

(Fazendo barulho) Algumas novidades bastante ruidosas



Falar em noise hoje pode ser algo tão amplo quanto dizer “improvisação”. Mais do que simplesmente um gênero específico, com o qual diretamente ligamos nomes como Hijokaidan, Masonna e Borbetomagus, o noise se embrenhou por diversas criações que podem estar presentes no rock, no free, no eletrônico ou mesmo em outras searas. Selecionamos aqui algumas novidades (de estreantes ou nomes ainda não muito conhecidos) que, de alguma forma, exploram a herança noise para fazer uma música ruidosa e desconcertante. L’Arte dei rumori...




domingo, 14 de setembro de 2014

Mary Halvorson: "O desafio é tentar manter uma voz particular em tudo que faço"





Quando foi anunciada a vinda de Anthony Braxton ao Brasil, no mês passado, logo veio a pergunta: e quem vem com ele? Para alegria de muitos, no grupo de Braxton estava a guitarrista Mary Halvorson. Além dos dois concertos que protagonizou com o Diamond Curtain Wall de Braxton, a guitarrista de Nova York ainda ofereceu ao público um show solo no CCSP. Agora fica o desejo de vê-la retornar ao país com um de seus grupos... 
Mary, que vive um período especialmente criativo, conversou com o FreeForm, FreeJazz.




segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Paal Nilssen-Love na área: disco, workshop e um giro pela cena local



Paal Nilssen-Love demorou para desembarcar no país. O baterista norueguês tocou por aqui pela primeira vez apenas em março de 2013, com o trio de Frode Gjerstad. Depois, voltou com o 'The Thing' e o 'Atomic'. Essas seguidas vindas foram suficientes para o aproximar de músicos locais e sentir que a cena daqui vai aos poucos sedimentando sua marca. Agora, Nilssen-Love, indiscutivelmente um dos nomes centrais da free music atual, retorna ao país para lançar o disco “Bota-Fogo”, que gravou com Felipe Zenícola , Eduardo Manso e Arthur Lacerda. Não bastasse, agendou uma serie de concertos com músicos brasileiros. Confira a agenda e não perca a oportunidade de ver Nilssen-Love em ação com diferentes instrumentistas que têm feito a cena local acontecer.



quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Um ano intenso para Rodrigo Amado


Rodrigo Amado teve um primeiro semestre especial no que se refere a lançamentos. Seu Motion Trio editou dois álbuns que registram encontros, em estúdio (“The Freedom Principle”, em CD) e ao vivo (“Live in Lisbon”, em LP), com o grande trompetista Peter Evans – e o resultado é excepcional. Ele também colocou no mercado o disco de estreia de outro projeto seu, o “Wire Quartet”, no qual divide os créditos com Hernani Faustino, Manuel Mota e o sempre presente Gabriel Ferrandini.  Com esses três trabalhos, o saxofonista já poderia dar o ano por encerrado... mas vem mais por aí.
(por Fabricio Vieira)


terça-feira, 26 de agosto de 2014

(10) Mulheres saxofonistas que você tem que conhecer



Enquanto o jazz maistream reserva ainda prioritariamente os papéis de pianista e vocalista às mulheres, nas esferas sonoras mais inventivas derivadas da seara jazzística há muito isso deixou de ser uma constante. E o saxofone, em especial, tem sido um veículo expressivo bastante utilizado por elas. Selecionamos, então, dez vozes obrigatórias, de diversas partes do mundo, que têm dado novo impulso a esse instrumento central do jazz. Quem se interessa pelo que de mais inventivo tem acontecido na música criativa não pode deixar de conhecer essas artistas.
(por Fabricio Vieira)    



quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Apresentando: Anthony Braxton (IV)




A multifacetada e complexa obra de Anthony Braxton já foi tema de alguns relevantes livros. Essas publicações ajudam a compreender melhor suas ideias e produções, iluminando e/ou dando sentido a capítulos mais obscuros de sua criação artística. Para quem tem interesse em se aproximar mais da obra braxtoniana, é fundamental conhecer esses trabalhos, que ajudam a clarear as intrincadas trilhas do mestre de Chicago.
(por Fabricio Vieira



segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Apresentando: Anthony Braxton (III)



Os dois concertos que Anthony Braxton apresentará em São Paulo nesta semana, no Sesc Pompeia, fazem parte de seu projeto Diamond Curtain Wall Music. Braxton tem, notadamente desde os anos 1990, desenvolvido diferentes projetos – ou “sistemas” – com características e finalidades diversas, por meio dos quais desenvolve suas composições, como o “Ghost Trance Music” e o “Echo Echo Mirror House”. O Diamond Curtain Wall Music surgiu em meados dos anos 2000 e tem servido de guia para muitos de seus trabalhos mais recentes.
(por Fabricio Vieira



sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Apresentando: Anthony Braxton (II)


Não é fácil navegar pela vasta discografia, com seus mais de 200 títulos, de Anthony Braxton. Poucas pessoas podem se gabar de ter feito o percurso completo, visitando todos seus álbuns. Extrair, dessa imensa (em todos os sentidos) obra artística, 10 peças essenciais não é tarefa simples ou mesmo responsável: impossível não ser injusto e deixar preciosidades de fora... Mesmo assim, resolvemos selecionar 10 títulos imprescindíveis na ampla obra braxtoniana, 10 álbuns que ilustram um pouco da sua infindável relevância e que deveriam ser ouvidos obrigatoriamente por quem deseja se iniciar nessa monumental criação musical.
 (por Fabricio Vieira